MatosinhosHabit renova serviço de pagamento de rendas através de Multibanco e Payshop

Com o intuito de facilitar a regularização de rendas aos arrendatários, a MatosinhosHabit vai continuar a disponibilizar os serviços de cobrança através de pontos Payshop, balcão dos CTT e Multibanco. Implementada em 2019, esta medida já permitiu reduzir, em 50%, as deslocações dos munícipes às instalações da empresa municipal.

A MatosinhosHabit, com o objectivo de simplificar o processo de liquidação das rendas municipais, acaba de renovar o contrato de prestação de serviços para a manutenção das modalidades de regulamentação desta cobrança: Multibanco (através de referência bancária), Payshop e estações dos CTT.

Assim, e em tempos de pandemia, esta medida vai não só facilitar os pagamentos, como também possibilitar que os inquilinos que, não tenham possibilidade de aderir ao pagamento por débito direto, não sejam obrigados a deslocar-se, mensalmente, às instalações da MatosinhosHabit.

Tiago Maia, administrador da MatosinhosHabit, sublinha que «a continuidade destes serviços prende-se, sobretudo, com o facto de querermos tornar todo este processo fácil e acessível aos nossos munícipes. Neste sentido, a palavra de ordem é simplificação para que os inquilinos tenham a sua vida cada vez mais facilitada, para que não fiquem preocupados com os métodos de cobrança, evitando-se, assim, deslocações desnecessárias. Numa altura de pandemia esta medida é ainda mais benéfica para todos os envolvidos.»

Saliente-se que desde a implementação destas funcionalidades, e tendo como referência os últimos dois anos, os pagamentos presenciais diminuíram em 50%. Atualmente, os meios disponíveis para pagamento (Payshop, referência multibanco e débito direto) correspondem a 93,5% das preferências, ao passo que há dois anos o débito direto angariava apenas 43,7% das escolhas.

#MatosinhosHabit #Habitação #Matosinhos