A MatosinhosHabit ciente da importância do trabalho em rede e do estabelecimento de parcerias institucionais que permitam o desenvolvimento de projetos em matéria de política social, celebrará um Protocolo de Colaboração com a Câmara Municipalde Matosinhos, entidade promotora do Projeto V.E.M. – Voluntariado Em Matosinhos.
A missão deste Projeto é a de fomentar práticas de voluntariado no Concelho, recorrendo nomeadamente a parcerias com instituições locais e é neste enquadramento que a MatosinhosHabit se situa, cumprindo em simultâneo duas finalidades: auxiliar a autarquia na identificação de vulnerabilidades no contexto socio-territorial, mas também propiciar potencialidades e oportunidades, ao enquadrar os/as voluntários/as na comunidade,integrando-os/as numa rede de sociabilidades, dinamizando o território e promovendo o desenvolvimento humano.

“A importância crescente do voluntariado em diferentes momentos da vida pessoal e das comunidades, reforça a necessidade do envolvimento da MatosinhosHabit em iniciativas de orientação coletiva e comunitária, numa lógica de proximidade e favorecimento da coesão territorial.”, refere Tiago Maia, Administrador da Empresa Municipal.

São indiscutíveis as vantagens deste projeto porquanto permite que a recolha e sistematização de informação, à escala local, seja feita por uma Organização que assume a responsabilidade de enquadrar e orientar os/as voluntários/as, na realidade institucional. O Âmbito de Intervenção do VEM divide-se em Voluntariado de Continuidade – prática continua de voluntariado, onde existe uma instituição, um voluntário/a e um projeto em comum. A ação é sempre acompanhada por um técnico/funcionário da instituição; Voluntariado Pontual – ações pontuais, que não implicam um vínculo prolongado do voluntário a um perfil. Habitualmente associado a campanhas de solidariedade, colónias de férias ou ações culturais, como é exemplo os Hospitalários a Caminho de Santiago; Voluntariado de Proximidade – tem por objetivo o combate ao isolamento social dos idosos e/ou dependentes do Concelho de Matosinhos. O voluntário está sozinho com o utente, tendo uma formação complementar que lhe atribui competências para tal.